Normas

Da Paraíba para o mundo, com amor:

Todo o material publicado nesta página representa o ponto de vista parcial e preconceituoso de um indivíduo do século passado. Se você achar aqui afirmativas que lhe pareçam sexistas, xenófobas, racistas ou, de qualquer outra maneira, ofensivas a seus pontos de vista, pare de ler imediatamente. Ou prossiga, a seu próprio risco. Ou não.

Use antes de agitar: leia as normas do blog e lembre-se: comentários são moderados. Anônimos não serão publicados.

E aproveite que eu sou professor: se você achar que eu posso ajudar, mande um e-mail para mrteeth@ghersel.com.br

terça-feira, 15 de agosto de 2006

O professor processado

Tudo em volta está deserto tudo certo
Tudo certo como dois e dois são cinco
Caetano (Como dois e dois)

Pois a moça fez quase tudo como deve ser feito. Procurou um professor da Universidade Federal, supostamente um profissional de primeira linha, para realizar a cirurgia. Ela tinha um bom trauma pela forma da arcada superior projetada, já tinha procurado tratamento ortodôntico, mas o ortodontista disse que ela precisava de 18 meses de tratamento, uma cirurgia e mais 6 meses de aparelho.

Era demais para ela, aparelho ortodôntico por dois anos, com uma cirurgia relativamente grande no meio, anestesia geral e 3 dias de internação... Não, tinha que ser uma coisa ou outra. Procurou o primeiro cirurgião, que deu o mesmo diagnóstico. Finalmente ela encontrou um que aceitou operá-la sem o preparo ortodôntico. Infelizmente, para cirurgião e paciente, as coisas não deram certo, leia a matéria completa, vale a pena.

2 comentários:

Demitri disse...

Caro amigo dentão.
Venho comunicar que a Associl pagou aeeeeeeeeeeee

sensacional ;)

valeu :P abraços :P

Mr. Teeth disse...

Ôpa, uma vitória... mas não me tira a certeza de que nós sempre saímos perdendo na relação com os convênios, recebemos atrasado menos do que merecemos.