Normas

Da Paraíba para o mundo, com amor:

Todo o material publicado nesta página representa o ponto de vista parcial e preconceituoso de um indivíduo do século passado. Se você achar aqui afirmativas que lhe pareçam sexistas, xenófobas, racistas ou, de qualquer outra maneira, ofensivas a seus pontos de vista, pare de ler imediatamente. Ou prossiga, a seu próprio risco. Ou não.

Use antes de agitar: leia as normas do blog e lembre-se: comentários são moderados. Anônimos não serão publicados.

E aproveite que eu sou professor: se você achar que eu posso ajudar, mande um e-mail para mrteeth@ghersel.com.br

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Biossengurança

Cara de palhaço, pinta de palhaço, roupa de palhaço
Foi esse o meu amargo fim
Cara de gaiato, pinta de gaiato, roupa de gaiato
F
oi o que eu arranjei pra mim...
Miltinho (Palhaçada)


Eu me lembro quando escrevi sobre as gravatas dos médicos britânicos e sua relação com a transmissão de doenças. Naquela época, uma pesquisa "descobriu" que as gravatas não são lavadas com a freqüência correta e, por isso, são vetores de transmissão de microorganismos patógenos. Beleza. No mesmo post eu argumento que roupa a gente usa uma vez e lava.

Pois parece que os médicos, lá na Inglaterra, não têm lavado seus jalecos como deveriam, tanto que agora o governo britânico deve obrigar os doutores a mudar o tipo de roupa. Usar jalecos com mangas mais curtas (os normais viviam com as mangas sujas) e nada de gravata. Pois vejam, colegas: aqui no nosso país, a biossegurança manda que se use jaleco de manga comprida, luva por cima da manga (exatamente pra não sujar o punho) e gola de padre (pra proteger o colo e o pescoço). Assim, você até pode usar gravata que esta estará protegida. E, ao final do dia, lave o jaleco, oras.

No final das contas, os médicos britânicos acabam se expondo mais por culpa exatamente da vestimenta inapropriada. Dá a impressão de que, no velho mundo, as coisas demoram mais a mudar do que por aqui. Me veio à cabeça aquela clássica imagem dos médicos de casaca preta e chapelão, dissecando um corpo...

2 comentários:

maristela disse...

mas, mister, como é que os caras vão ser limpinhos se ainda tem tanto prédio sem banheiro decente e, quando tem, a gente tem de usar aquele maldito chuveirinho sem contar a toalhilha aquela, que só deus sabe quando é lavada?
mas passei pra te desejar uma bela entrada de primavera neste domingo.
um abraço

Anônimo disse...

Olá Mr. Teeth!
Estava eu procurando coisas sobre óxido nitroso pela internet, para meu trabalho, e caio aqui nesse blog!
Sou dentista recém-formada e faço especialização em odontopediatria (pelo que vejo é odontopadiatra também, estou certa?).
Adorei o blog,já está nos meus favoritos e voltarei sempre!
Carolina