Normas

Da Paraíba para o mundo, com amor:

Todo o material publicado nesta página representa o ponto de vista parcial e preconceituoso de um indivíduo do século passado. Se você achar aqui afirmativas que lhe pareçam sexistas, xenófobas, racistas ou, de qualquer outra maneira, ofensivas a seus pontos de vista, pare de ler imediatamente. Ou prossiga, a seu próprio risco. Ou não.

Use antes de agitar: leia as normas do blog e lembre-se: comentários são moderados. Anônimos não serão publicados.

E aproveite que eu sou professor: se você achar que eu posso ajudar, mande um e-mail para mrteeth@ghersel.com.br

terça-feira, 3 de julho de 2007

De novo, o censo

Me recuso a ficar só
Antes mal-acompanhado
Pelo menos eu tenho com quem brigar
Rita Lee (Me recuso)

Rá! Não sou só eu! Em Três Lagoas, cidade de Mato Grosso do Sul, o Estado do Pantanal, algumas famílias também se recusam a responder aos todo-poderoros recenceadores do IBGÉca.

Três Lagoas é uma cidade culta, fica na fronteira de Mato Grosso do Sul com São Paulo, adota horário paulista e é mais ligada àquele estado do que a este.

Eu acho que se alguém pedir uma liminar na justiça, alegando que a propalada inviolabilidade dos dados é pura balela e que, ao responder ao questionário nós estamos, na verdade, expondo nossa família aos caprichos de um mundo cada vez mais violento, é capaz de conseguir. O execrável IBGÉca, por sua vez, deve ter mais o que fazer do que ficar multando um bando de ranhetas que não querem ficar de quatro, será que não? E o "coordenador de subárea" (?) diz que o povo deve estar "com receio de passar os dados diante das operações da Polícia Federal".

Não, tio, não é isso não. Eu estou com medo é de bandido mesmo!

Um comentário:

maristela bairros disse...

Upa. Que medo disso, doutor! Nunca me tinha passado por esta cabeça já quase branca este perigo. Estarei atenta. E furiosa,se preciso for.
abraços
maristela